Feminicídio e facções criminosas estão entre os júris da semana

Estão programados para esta semana três sessões de julgamento na 1ª e na 2ª Varas do Tribunal do Júri de Campo Grande. Para quarta-feira (11) está pautado mais um caso envolvendo rivalidades entre facções criminosas. Os réus W. F. dos S. S. e M. F. dos S. serão submetidos a julgamento, acusados do homicídio de John Hudson dos Santos Marques, o "John John". 
A vítima teria sido sequestrada por volta das 23 horas, do dia 13 de fevereiro de 2018, no Residencial Búzios, e conduzida até um barraco no bairro Mário Covas. De acordo com as investigações, a vítima foi acusada de envolvimento com a facção rival ao PCC, denominada Comando Vermelho (CV), razão pela qual, foi mantido em cárcere privado e "julgada" pelo "tribunal do crime", sendo "sentenciada" a morte pelas lideranças do PCC, de dentro do sistema carcerário, que realizaram chamadas telefônicas com os denunciados e a vítima. 
Segundo as investigações, a vítima foi morta na noite do dia 14 de setembro de 2018,  em uma estrada vicinal próxima ao município de Terenos. Ao todo, sete réus respondem pelo crime. Como os demais réus recorreram, o processo foi desmembrando e somente dois acusados serão submetidos a júri popular neste momento. 
Na quinta-feira (12) será realizado, na 1ª Vara do Tribunal do Júri, o júri popular de G. S. de J., acusado do feminicídio de Ramona Regilene Silva de Jesus. Segundo a acusação, no dia 4 de junho de 2017, no bairro Portal Caiobá, o acusado efetuou golpes de arma branca contra a vítima, que faleceu em decorrência dos ferimentos. 
O acusado e a vítima conviviam havia sete anos e não tinham filhos em comum. Narra a denúncia que no dia do crime o casal foi almoçar na casa da irmã da vítima. Quando estavam de saída, o acusado e vítima teriam discutido. Na residência da vítima, o acusado apossou-se de uma faca e desferiu golpes. 
A vítima correu para fora do imóvel, em busca de socorro e, já em via pública, o acusado alcançou-a e continuou a desferir golpes. Populares que presenciaram a agressões começaram a atirar objetos no acusado, que fugiu do local. O resgate foi acionado, contudo, a vítima não resistiu.
Sessões de Julgamento
1ª Vara do Tribunal do Júri
Terça-feira (10) – Ação Penal nº 0019873-85.2014.8.12.0001
Quinta-feira (12) – Ação Penal n 0022674-66.2017.8.12.0001
2ª Vara do Tribunal do Júri
Quarta-feira (11) – Ação Penal nº 0021495-29.2019.8.12.0001

Link original

Powered by WPeMatico